09 maio, 2013

Resenha - O Ladrão Mágico: Perdido

Título: O Ladrão Mágico: Perdido - Trilogia O ladrão Mágico #2
Autora: Sarah Prineas
Editora: Prumo
Páginas: 416
Ano: 2011
Gênero: Fantasia/Infanto Juvenil/Magia

Sinopse: Conn, que de reles batedor de carteira se tornou um aprendiz de feiticeiro, continua a ajudar o seu mestre, Nevery, a desvendar a causa dos estranhos eventos ocorridos na cidade de Wellmet. Na aventura anterior, o garoto fez de tudo para encontrar sua pedra locus e tornar-se um verdadeiro bruxo, mas acabou perdendo o precioso talismã. Desta vez ele recorre a experiências de pirotecnia para se comunicar com a magia de Wellmet, mas, desastrado que só ele, Conn é expulso da cidade e se junta à missão diplomática que se dirige a Desh, tentando desvendar os males que assolam a população de Wellmet. Com a ajuda de sua amiga Lady Rowan, Conn usa a esperteza adquirida na rua e seus conhecimentos de magia para descobrir quem está por trás dos malévolos Sombras.


Perdido é o segundo livro da trilogia O ladrão mágico, Conn depois de perder sua pedra locus magicalicus durante a destruição da máquina construída por Crowe e Pettivox que estava sugando e aprisionando a magia de Wellmet, começa a utilizar pirotecnia para se comunicar com a magia, mas ele vai acabar encrencado pelo seu uso. Junto com Rowan ele vai tentar desvendar que bruxo está por trás das Sombras que vem deixando todos em Wellmet e arredores assustados.

Conn continua comilão, desatento, imprudente e sempre utilizando os artifícios que aprendeu quando morava na rua e sobrevivia de arrombamentos e roubos. Rowan está mais atuante, ela participa mais das aventuras e mostra que está mais madura e sabe como se defender. Nevery se mostra rígido com o garoto nos momentos certos, mesmo provando que já aceitou e confia nas artimanhas que o menino herdara do tempo que andava na rua. O relacionamento conflitante entre Conn e Kerrn a capitã da guarda, continua mesmo depois de ele ter se mostrado prestativo no momento em que ela precisou. Para os leitores que gostam de fantasia, magia e livro infanto-juvenil, com certeza vão se encantar com o mundo da trilogia O Ladrão Mágico.
O livro é narrado em primeira pessoa pelo personagem Conn, as páginas são brancas com fonte que considero grande, a diagramação é impecável como a maioria dos livros da Editora Prumo, em cada início de capítulo tem uma ilustração que mostra o foco principal daquele capítulo, os capítulos são pequenos, em folhas cinza temos o diário de Nevery, o diário de Rowan e também as cartas trocadas entre Nevery e Conn. No final do livro tem um guia das pessoas e lugares de Wellmet, uma tabela com o alfabeto enigmático, pois em algumas passagens do livro tem enigmas para desvendar, três receitas e anotações sobre o manejo de espada.


2 comentários

  1. Fernanda Bizerra10 de maio de 2013 15:54

    Há este parece não fazer o meu gênero, mas quem sabe um dia né...rsrsr..parabéns pela resenha..


    Beijos!


    Fê!

    ResponderExcluir
  2. Aigoo, fiquei agora c/ muita vontade de ler essa saga. O livro já me encantou só pelas ilustrações.
    Parabéns ao trabalho da editora Prumo.
    O enredo desse segundo livro parece ser mais eletrizante e cheia de aventuras do que o primeiro. A capa do livro é muito linda.
    Comparado c/ a resenha do primeiro livro feita no ano passado, vc evoluiu e muito na arte de resenhar Lizi-chan. V já parou p/ ver o avançoa parabéns pela escrita atual sua. É muito bom ver o blogueiro evoluindo na escrita conforme vai lendo e resenhando. Bjs *-*

    ResponderExcluir

Olá!!!
Obrigada pela visita.
Sua opinião é muito importante para mim.
Deixe o link do seu blog ou site para eu retribuir a visita.
Beijos Lizi