30 dezembro, 2012

Caixa de Correio #4

Olá pessoal!!

Última caixa de correio do ano de 2012, é o ano está chegando ao fim e é hora de renovarmos nossas energias positivas para o Ano Novo que vem chegando.


Blogs Citados





Autores Citados



Editoras Citadas



Trilha Sonora: Dog Days Are Over - Florence And The Machine


Beijão à todos e Feliz Ano Novo!!!!


29 dezembro, 2012

Selinho - Esse Blog é Puro Romance


Recebi esse selinho da Juliana do blog Delírios Lúcidos, ele não tem regras, é só passar para os amigos e amigas que curtem um romance.

Vou indicar para:
Adriana do Minha Velha Estante
Samantha do Livros com Resenhas

Beijão à todos!!

28 dezembro, 2012

Top 10 lidos em 2012

Olá pessoal!!

Hoje vou apresentar os 10 livros que mais gostei de ter lido nesse ano.



Resenhas:
Glória Mortal - aqui
Eternidade Mortal - aqui
O Príncipe Gato - aqui
Santos Dumont Voar é para Todos - aqui
A Bailarina Fantasma - aqui
Corações em Fase Terminal - aqui
Diablo III: A Ordem - aqui
Malícia - aqui

Espero que tenham gostado e comentem dizendo o que vocês leram de muito bom nesse ano.

Beijão à todos!!!





26 dezembro, 2012

Meme - Natal me faz lembrar...


Como o Natal já passou agora é hora de desejar um Feliz e Próspero Ano Novo!!
Hoje venho com um meme fofo de Natal que recebi do blog Livros com Resenhas.
A foto abaixo é uma homenagem ao meus filhotes!!!


Regras:

Indicar 10 blogs para participar
Dizer no post quem te indicou

1. Qual filme com o tema natalino é o seu favorito?
Os fantasmas de scrooge

2. Qual é sua cor favorita de natal?
Para decoração adoro a combinação do dourado com o vermelho.

3. Você gosta de ficar de pijama ou vestir-se para o natal?
Vestir de preferência um vestido longo.

4. Se você pudesse comprar apenas um presente para uma única pessoa nesse natal, quem seria?
Compraria algo que meus filhotes(foto acima) pudessem usar juntos.

5. Você costuma abrir o seu presente à noite (na véspera do natal) ou na manhã de natal?
À noite! Não sei esperar.

6.  Você já construiu uma casa de pão de gengibre?
Não

7. O que você gosta de fazer em seu feriado de natal?
Ver muitos filmes junto com o maridão e os dogs

8. Algum desejo de natal?
Ser feliz sempre!

9. Cheiro de natal favorito?
Panetone
J amo muito isso hauahauahsha

10. Prefere a ceia de natal ou os doces e sobremesas?
Prefiro os doces!!!
 Blogs indicados:*como o Natal já passou e vi que muitos blogs já responderam resolvi não indicar diretamente, indico para quem quiser responder.

Beijão à todos!!

22 dezembro, 2012

Promoção - As Aventuras de Pi

Olá pessoal!!

Ontem chegou aos cinemas o filme As Aventuras de Pi e para comemorar o blog vai sortear um exemplar do livro.


Um dos romances mais importantes do século, As aventuras de Pi é uma narrativa singular de Yann Martel que se tornou um grande best-seller. O livro narra a trajetória do jovem Pi Patel, um garoto cuja vida é revirada quando seu pai, dono de um zoológico na Índia, decide embarcar em um navio rumo ao Canadá. Durante a viagem, um trágico naufrágio deixa o menino à deriva em um bote, na companhia insólita de um tigre-de-bengala, um orangotango, uma zebra e uma hiena. A luta de Pi pela sobrevivência ao lado de animais perigosos e sobre um imenso oceano é de uma força poucas vezes vista na literatura mundial.





PROMOÇÃO


Regras:
Seguir o blog pelo GFC;
Curtir a fan page do blog;
Deixar um comentário neste post com o seu e-mail.

Chances extras:
Seguir pelo twitter;
Seguir pelo networked;
Divulgar a promoção em redes sociais.

A promoção inicia dia 22/12 e vai até 22/01/2013. O ganhador será avisado por meio de e-mail e terá 3 dias para responder, caso não responda um novo sorteio será efetuado. O blog é responsável por enviar o livro para o ganhador em até 30 dias. 


a Rafflecopter giveaway


21 dezembro, 2012

PROMOÇÃO "AFORISMOS EM MEMES".

Quer concorrer a 5 (cinco) livros da Andross Editora? É muito fácil! Basta seguir o regulamento abaixo e torcer!

PRÊMIO: kits com 5 livros da Andross Editora


REGULAMENTO

ITEM 1 - Quem pode concorrer


  • Somente pessoas físicas com endereço para remessa do prêmio em território brasileiro podem concorrer.
  • Somente aqueles que preencherem corretamente o formulário e compartilharem um meme do álbum "Pensamentos de um criativo compulsivo" da página MEMES ENTRE ASPAS no Facebook.

ITEM 2 - Procedimento

  • Ao compartilhar um meme do álbum, o participante deve preencher corretamente o formulário;
  • Caso queira participar mais de uma vez e aumentar suas chances, o participante deve compartilhar um meme diferente em um formulário diferente.
  • Não há limite de participação.
  • Para acessar o álbum, clique aqui.

ITEM 2 - Premiação

Serão disponibilizados 3 (três) kits com 5 livros da Andross Editora aos ganhadores, sendo os livros por kit:


  1. Marcas na Parede - Contos Sobrenaturais, de Suspense e de Terror
  2. Dimensões.BR - Volume 1 - Contos Fantásticos no Brasil
  3. Brainstorm - Antologia de Contos
  4. Histórias Liliputianas - Antologia de Microcontos
  5. Moedas para o Barqueiro - Volume 1 - Contos Fantástico sobre a Morte


ITEM 3 - Forma de premiação


  • Entre os que preencherem o formulário corretamente sortearemos 1 (um) kit;
  • O blog literário que tiver indicado o sorteado ganhará 1 (um) kit;
  • O blog literário que mais indicar participantes ganhará 1 (um) kit.

ITEM 4 - Prazos
  • Data-limite para inscrição: 31 de dezembro de 2012
  • Data do sorteio: 3 de janeiro de 2013

20 dezembro, 2012

Kindle passa a ser vendido no Brasil



A partir desta quarta-feira, dia 19 de dezembro, o Kindle já está disponível para compra no Brasil - bem a tempo do Natal. É possível comprar o gadget em lojas da Livraria da Vila e no site do Ponto Frio - o aparelho ainda não está sendo vendido diretamente pelo site nacional da Amazon. O preço sugerido é de R$299.

O modelo de Kindle vendido é o mais leve da categoria, com apenas 170 gramas. Mesmo assim, o gadget é poderoso: tem capacidade de armazenar até 1400 livros. A tecnologia e-ink, que faz com que a tela do aparelho seja bem parecida com o papel, também é um atrativo.

Outra vantagem do reader da Amazon é a quantidade de livros disponíveis para a compra. A Loja Kindle tem mais de 1,4 milhão de eBooks (a maioria com os primeiros capítulos como 'amostra grátis' - dá pra ler e ver se você simpatiza com a história antes de decidir comprar). E, para a estreia do aparelho no Brasil, estarão disponíveis 1500 livros gratuitos em português. Para saber mais, basta acessar a nova loja da Amazon brasileira. 



18 dezembro, 2012

Resultado - Promoção - O Fantasma da Ópera Carmen

Olá pessoal!!

Como a primeira ganhadora não respondeu o e-mail, temos uma nova sortuda que é a....





PARABÉNS Adriana Medeiros!!!!!

Um e-mail foi enviado para a ganhadora, caso ela não responda em até 3 dias, um novo sorteio será feito.

Quem não ganhou dessa vez, continue participando das outras promoções.

Beijão à todos!!



14 dezembro, 2012

Resenha - Presságio: O Assassinato da Freira Nua

Título: Presságio: O Assassinato da Freira Nua
Autor: Leonardo Barros
Editora: Novo Século
Páginas: 224
Ano: 2012
Gênero: Suspense Policial/Literatura Nacional

Sinopse: Alice tem 26 anos e, desde a adolescência, é atormentada por presságios. Desacreditada por psiquiatras, ela é considerada psicótica, até que uma de suas visões a possibilita desvendar um misterioso homicídio. A polícia atribui a autoria do crime ao Beato Judas, um assassino serial de freiras, mas a descrição do suspeito não se parece em nada com o homem que ela viu em sua premonição. Agora, Alice terá de correr contra o tempo para provar que não é louca e para evitar que o assassino faça uma nova vítima. Suspense, misticismo e sensualidade se misturam neste fantástico thriller policial que parece ter a capacidade sobrenatural de manter seus leitores alucinados da primeira à última página.
Um livro que envolve amor, assassinatos, drogas e o dom de ter visões.
Alice é uma jovem que desde cedo sofre por preconceito de médicos devido ao seu dom de ter visões, mas todos acham que a jovem na verdade tem problemas psiquiátricos.
Durante uma investigação de um assassinato de uma freira chamada Bianca, um dos policias encontra algo na cena do crime, que guarda para si.
Muitos são interrogados a fim de encontrar o principal suspeito de ter cometido o crime contra a freira, que foi encontrada deitada sobre a cama, estrangulada e violentada.
Dias depois Alice se encontra com uma ex-amiga em uma festa a fantasia. Vivian e Alice foram amigas até o dia em que Alice descobriu que seu namorado a traia com a sua amiga. Vivian era muito sexy e atraente, estava vestindo uma fantasia que se resumia a praticamente um hábito de freira.
O que Alice não sabia é que sua vida viraria uma confusão depois daquela noite regada a drogas e bebidas, ela teria uma visão que poderia ajudar a polícia a desvendar o assassinato da freira nua, ou seja de Vivian.
A polícia encontrou um suspeito que confessou ter matado a freira Bianca e resolveu que o rapaz também teria matado a jovem Vivian devido o crime ter sido cometido no mesmo modo que o da freira. Vivian foi encontrada na cama, estrangulada, porém não havia indícios de que teria sido violentada.
Alice tinha certeza que o rapaz não era o culpado pela morte de Vivian e tudo que queria era poder ajudar, mas só se meteu numa super enrascada, acabou indo parar em uma clínica psiquiátrica onde sofreu abuso de um dos enfermeiros, mas com a ajuda de outra paciente ela conseguiu fazer com que o enfermeiro não conseguisse chegar ao seu objetivo e também fosse pego pelo médico diretor da clínica.
Só é louco quem fala demais! Porque, se você não fala nada, as pessoas não adivinham o que está dentro da sua cabeça! Pode ser a pirada mais demente de todas! Mas se você não fala nada, você é normal.
Bom vou parando por aqui porque se não vou acabar contando o livro todo e ai a surpresa para os outros leitores vai acabar né.
Até que ponto uma pessoa vai por amor, será que o amor justifica os atos de uma pessoa? Será que realmente uma pessoa que está acima da justiça conseguirá se safar de atos tão sórdidos, talvez sim, mas não pode esquecer que uma das personagens pode ver tudo o que está escondido e isso foi o que mais me surpreendeu no final do livro.

Autor Parceiro - Leonardo Barros

Olá pessoal!!!

Hoje vou apresentar mais um autor parceiro do blog.

Leonardo Barros é médico formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. É autor do romance erótico Amor de Yoni (publicado em 2008); do suspense policial O Maníaco do Circo – e o menino que tinha medo de palhaços (publicado na XIV Bienal do Livro Rio em 2009); da comédia Saúde, Beleza, Prosperidade e Riqueza (publicação independente, 2010) e da comédia Solteiro Em Trinta Dias – Receitas de sucesso de um ex-otário (publicado em 2011).

Presságio – O assassinato da Freira Nua é sua quinta ficção e seu segundo suspense policial. 

Alice tem 26 anos e, desde a adolescência, é atormentada por presságios. Desacreditada por psiquiatras, ela é considerada psicótica, até que uma de suas visões a possibilita desvendar um misterioso homicídio. A polícia atribui a autoria do crime ao Beato Judas, um assassino serial de freiras, mas a descrição do suspeito não se parece em nada com o homem que ela viu em sua premonição. Agora, Alice terá de correr contra o tempo para provar que não é louca e para evitar que o assassino faça uma nova vítima. Suspense, misticismo e sensualidade se misturam neste fantástico thriller policial que parece ter a capacidade sobrenatural de manter seus leitores alucinados da primeira à última página. 

Resenha aqui


Contate o autor

e-mail: leobarrosescritor@gmail.com

Twitter: @LeoEscritor

Facebook: facebook.com/leobarrosescritor

Fan page: facebook.com/freiranua




10 dezembro, 2012

Lançamento - Editora Gaivota - Na Teia do Morcego


Esse eu quero ler, sou fã do Batman e a sinopse é muito interessante, vale a pena ler com certeza.

Beijão à todos!!


Editora Baraúna na Google Play



Recentemente lançada no país a Google Play é a uma das maiores lojas virtuais do mundo , onde estão disponíveis diversos aplicativos que incluem jogos e redes sociais. No Brasil, a Google Play iniciou a venda de filmes e livros digitais. Também é possível alugar filmes online.

E com grande satisfação que comunicamos que a Editora Baraúna já se faz presente neste mercado. A editora disponibilizou cerca de 450 e-books na loja e em breve, todo o nosso catálogo estará disponível nesta plataforma.



Acesse o site e confira os títulos da Editora que já estão à venda na Loja.


07 dezembro, 2012

Rival do Amazon Kindle, Kobo Touch é boa opção para ler e-books brasileiros

E-reader lançado no Brasil pela Livraria Cultura pode ser usado com livros adquiridos em outras lojas no país

O mercado brasileiro de e-readers, os leitores de livros eletrônicos, carece de boas opções. A Livraria Cultura, em parceria com a Kobo, tenta mudar esse cenário.

A Kobo, que pertence à empresa japonesa Rakuten, é uma das principais marcas de e-reader do mundo. Seus aparelhos concorrem de igual para igual com os da Amazon (Kindle), os da Barnes & Noble (Nook) e os da Sony.

Na semana passada, a Cultura lançou no Brasil o Kobo Touch, modelo com tela sensível ao toque que foi anunciado nos EUA em maio do ano passado.



O Kobo Touch, leitor de livros eletrônicos (e-books) lançado no Brasil em parceria da fabricante com a Livraria Cultura, tem tela sensível ao toque

Leve (185 gramas) e compacto (11,4 x 16,5 x 1 cm), ele tem construção sólida e resistente, com uma agradável textura nas costas. O acabamento emborrachado garante uma pegada firme --o aparelho escorrega menos nas mãos. É vendido em cinco cores: preto, branco, prata, lilás e azul.

Um botão na frente do aparelho, abaixo da tela, leva o usuário à tela inicial. Outro, no topo, serve para ligar, desligar ou colocar para dormir. Na parte inferior, há uma porta micro-USB, para conexão ao computador e carregamento da bateria. Um buraco na lateral esquerda serve como leitor de cartão microSD --recurso ausente no Kindle, que não permite aumentar o espaço de armazenamento.

O Kobo não tem botões físicos para mudar a página, o que é uma pena, pois eles facilitam o manuseio do aparelho com apenas uma mão. Botões laterais --como os do Kindle, do Kindle Keyboard e do Nook Touch-- permitem folhear o livro com a mesma mão que segura o e-reader --basta pressioná-los com o polegar. Sem eles, é necessário deslocar o polegar até a tela para mudar a página, o que não é trabalhoso, mas exige maior cuidado e esforço ao segurar o aparelho.

A resposta ao toque na tela costuma ser rápida, mas as falhas são frequentes. Felizmente, elas raramente ocorrem ao folhear o livro --são mais comuns ao digitar, selecionar palavras no meio do texto ou tocar ícones nos cantos da tela. A borda do aparelho, alta em relação à tela (devido à tecnologia de infravermelho usada para detectar os toques), também atrapalha o acesso aos comandos nos cantos, além de causar uma pequena sombra sobre a margem da página, a depender da iluminação ambiente.

PAPEL ELETRÔNICO
A tela do Kobo usa tecnologia de papel eletrônico E Ink, presente nos principais modelos de e-reader do mercado. Ela consome pouca energia, permite a leitura mesmo sob a luz do Sol, oferece bom ângulo de visão e, teoricamente, cansa menos os olhos do que telas de LCD, por exemplo. Por outro lado, tem baixa taxa de atualização, o que deixa animações e transições lentas e travadas.

Grosso modo, a tinta eletrônica da E Ink é formada por uma camada de microcápsulas que fica entre dois elétrodos (nesse caso, placas condutoras de corrente elétrica). Cada microcápsula tem o diâmetro de um fio de cabelo e leva em seu interior um fluido claro com partículas brancas (com carga elétrica positiva) e pretas (carga negativa) que se movem conforme a carga elétrica aplicada no elétrodo inferior.

Uma carga positiva no elétrodo inferior empurra as partículas brancas para o topo da microcápsula, deixando-as visíveis através do elétrodo superior, que é transparente --assim, a tela fica branca. Do mesmo modo, a aplicação de uma carga negativa faz com que as partículas pretas subam e escureçam a superfície da tela. A combinação dessas partículas pretas e brancas forma a imagem exibida pelo papel eletrônico.

Seu consumo de energia é baixo basicamente por dois fatores: ele não tem iluminação própria, e a retenção da imagem estática na tela não gasta energia.

Diferente de telas que são iluminadas com luz traseira (backlight), como as de LCD, o papel eletrônico é reflexivo, ou seja, reflete a luz ambiente --artificial ou natural (solar). Por não emitir a própria luz, ele supostamente cansa menos os olhos do usuário e consome menos energia, mas normalmente não é legível no escuro sem o auxílio de iluminação auxiliar.

Outras características comuns do papel eletrônico são o bom ângulo de visão, que permite uma boa legibilidade mesmo a partir de uma posição não perpendicular dos olhos em relação à tela; a baixa taxa de atualização, o que torna animações e transições --como mudanças de página-- um tanto lentas; e o "ghosting" --tendência a exibir "fantasmas" (resquícios de uma imagem anterior)-- geralmente solucionado com uma atualização completa da tela antes de formar a nova imagem.

O papel eletrônico implantado em e-readers geralmente exibe imagens apenas em preto e branco. Existem modelos coloridos, mas seu uso é bastante limitado ou deixa a desejar.



TELA
A resolução da tela do Kobo (600 x 800 pontos) é boa, mas inferior à dos e-readers mais modernos, que exibem desenhos e textos mais nítidos. A diferença é perceptível principalmente em caracteres menores e linhas mais finas.

Como ela tem superfície fosca, seu reflexo raramente incomoda.

A mudança de páginas ocorre com rapidez, e é possível definir o número de páginas viradas a cada atualização completa da tela --que elimina os artefatos visuais ("fantasmas") que se acumulam a cada troca de página.

No geral, a experiência de leitura é agradável. Se julgar necessário, você poderá configurar itens como fontes tipográficas, tamanho dos caracteres, espaçamento entre as linhas, tamanho das margens e tipo de justificação. Nisso, o Kobo ganha de lavada do Kindle, que oferece opções bem mais limitadas de ajuste para a leitura.

O dicionário embutido funciona bem. Ao deixar seu dedo sobre uma palavra, uma janela aparece mostrando suas acepções. Há também a opção de traduzi-la, mas aparentemente o recurso não identifica automaticamente o idioma da palavra selecionada. O software identifica bem variações como plurais e conjugações verbais.

O aparelho ainda permite que você destaque trechos de livros e acrescente anotações. Tanto esses recursos quando os dicionários, porém, só funcionam com arquivos de alguns formatos. Nos meus testes, consegui usá-los apenas com livros em EPUB --o padrão nos livros para o Kobo e o mais comum (com o PDF) nas lojas on-line brasileiras, mas diferente do usado pela Amazon. O Kindle, por outro lado, não lê arquivos em EPUB, mas oferece um suporte melhor a PDF, com dicionário e anotações.

FORMATOS
Uma das principais atrações do aparelho é o suporte a diversos formatos de arquivo, mas o recurso ainda precisa melhorar bastante. É justamente quando você tenta ler arquivos que não usam o formato EPUB que a leitura no Kobo deixa de ser agradável.

Além das limitações no uso de dicionários e anotações, é normal ver travamentos e lentidão com livros em formatos como MOBI, PDF e até TXT. Durante os meus testes com arquivos de diferentes tipos, tive que reiniciar o Kobo diversas vezes, pois ele simplesmente parava de funcionar, isso quando o aparelho não fazia a reinicialização por conta própria, repentinamente.

É possível ler histórias em quadrinhos nos formatos CBR e CBZ, mas o tamanho diminuto da tela atrapalha.

O Kobo também sofre ao lidar com grandes quantidades de arquivos em diferentes formatos. Coloquei nele mais de 600 itens --entre livros, documentos e imagens--, mas a biblioteca do aparelho mostrava apenas cerca de 400. Vários livros em EPUB não apareciam listados. Para eles aparecerem, tive que apagar alguns arquivos e mudar uma pasta de local. Trabalhoso.

Copiei os mesmos arquivos para um Kindle. Como ele não suporta EPUB, listou um número bem menor de itens, mas, diferentemente do Kobo, exibiu todos os arquivos que tinham formatos compatíveis.

Ao fazer esse teste, tive que apagar algumas das histórias em quadrinhos que havia selecionado, pois o espaço de armazenamento do Kobo é limitado --são apenas 2 Gbytes, dos quais pouco mais de 1 Gbyte pode ser usado. Segundo a Kobo, 1 Gbyte é o suficiente para cerca de mil livros --pode ser pouco, porém, para quem deseja lotar o negócio com itens em PDF e histórias em quadrinhos. Para isso, é recomendável usar um cartão de memória microSD.

Mas o melhor mesmo é evitar colocar muita coisa no aparelho. Até porque a navegação pela biblioteca é muito ruim --faltam opções de filtros para você achar um determinado arquivo, e procurá-lo por dezenas de páginas é cansativo. A solução é usar a busca.
Navegar pela loja da Kobo é ainda mais frustrante, pois o carregamento de cada página é lento demais. Novamente, o jeito é usar a busca. Ou desistir de comprar pelo aparelho e usar um computador --ou, ainda, ir a uma loja física.

O e-reader tem quatro recursos que a Kobo define como extras: o navegador de web, que funciona muito mal e tem poucas funcionalidades (é bem inferior ao do Kindle); o sudoku, com quatro níveis de dificuldade; o xadrez, com cinco níveis de dificuldade; e o sketchbook, um aplicativo ultrabásico para desenho e anotações.

Assim como seus principais concorrentes, o Kobo não tem suporte a áudio --não há alto-falantes nem saída para fone de ouvido. Para usar audiolivros ou algum recurso de leitura de texto (text-to-speech), você pode recorrer a um celular ou um tablet --ou, ainda, ao velho e bom Kindle Keyboard.

O Kobo também não tem opção de modelo com conexão a redes 3G, uma desvantagem em relação ao Kindle.

O aparelho vem apenas com um cabo USB, sem adaptador para ligá-lo à tomada. Para carregar a bateria (que dura cerca de um mês, segundo a Kobo), você pode conectar o e-reader ao computador, ou usar o carregador do seu celular, por exemplo.

KOBO OU KINDLE?
Apesar das falhas, o Kobo Touch é um bom e-reader e, no Brasil, tem apenas um concorrente.

Mas é um concorrente e tanto: o Kindle, que começou a ser anunciado nesta quinta-feira (6) no site brasileiro da Amazon. As vendas começam "nas próximas semanas" com o "preço sugerido" (termo curioso --ou o e-reader não será vendido pela própria loja?) de R$ 299.

O modelo anunciado no Brasil é o mais básico, que leva apenas o nome Kindle e não tem tela sensível ao toque --recurso presente no Kobo Touch, vendido pela Livraria Cultura por R$ 399.
Mais do que detalhes técnicos, porém, o que deve guiar a escolha do seu e-reader é o catálogo de obras disponível para ele.

Escolher um e-reader é, também, escolher uma provedora de conteúdo. Nos EUA, por exemplo, quem é cliente ou prefere o catálogo da Barnes & Noble tem o Nook como a melhor opção; os fãs da Amazon devem escolher o Kindle. Talvez a maior desvantagem do Kobo nos EUA, aliás, seja exatamente o seu catálogo, que é bem menor do que o dessas duas.
E no Brasil, é melhor comprar um Kindle ou um Kobo?

A maioria dos potenciais compradores de e-reader no Brasil provavelmente deseja ler principalmente livros editados no país. E é para essa massa que a escolha é mais complicada, pois o nosso mercado de e-books ainda é bastante imaturo. Muitas obras ainda não ganharam formato eletrônico, poucas livrarias têm uma plataforma digital decente, e é difícil prever o que acontecerá no futuro próximo. As editoras apostarão mesmo nos e-books? Elas favorecerão algum formato? Como vai se desenvolver a relação delas com as lojas e os consumidores? Quais serão as grandes livrarias no Brasil? Isso tudo, entre outras coisas, pode fazer com que você se arrependa de ter um comprado um determinado e-reader. Ou dar-lhe a certeza de que fez um bom negócio.

Com isso, o melhor é esperar -- até porque modelos melhores não devem demorar muito para chegar ao país.

Para quem não pode esperar e quer comprar já, listo três quesitos que podem ajudar na escolha:

1) Catálogo em português. A maioria das lojas que vendem e-books no Brasil trabalha com o EPUB, formato compatível com o Kobo e incompatível com o Kindle. A Amazon vende livros apenas para o Kindle. Procure descobrir qual catálogo lhe parece melhor --a resposta poderá depender das preferências literárias e do bolso de cada um. Quem gostar mais do da Amazon deverá escolher o Kindle; quem preferir o das lojas que trabalham com EPUB (Cultura, Google Play, Saraiva etc.) deverá optar pelo Kobo.

2) Catálogo em outras línguas. A escolha pode variar de acordo com o idioma preferido. É possível pesquisar a melhor opção de (pelo menos) duas maneiras.

A mais simples é apenas conferir os catálogos de serviços que atuam no Brasil. A mais complicada é comparar os catálogos de serviços que atuam em outros países, priorizando os idiomas desejados. Por exemplo, para livros em inglês, compare os serviços que funcionam nos Estados Unidos, como Amazon, Google Play e Kobo. Para obras em francês, confira lojas que vendem na França, como Amazon e Fnac. Alguns serviços ou catálogos estão disponíveis apenas para moradores locais, o que complica ainda mais a pesquisa.

Em alguns países, o catálogo da Amazon será superior --ponto para o Kindle. Em outros, pode haver ausência da Amazon ou presença de rivais à altura da gigante norte-americana --ponto para o Kobo, se esses rivais venderem livros no formato EPUB.

3) Características técnicas. O Kobo leva vantagem em pelo menos dois quesitos: o aparelho em si --que tem tela sensível ao toque, leitor de cartão microSD e mais opções de ajuste de leitura-- e, mais importante, o suporte ao EPUB.

A Amazon usa formatos proprietários de e-book, o que "tranca" o usuário. Basicamente, livros para o Kindle só podem ser comprados na Amazon e lidos com os e-readers e os aplicativos da própria Amazon --estes, por sua vez, não oferecem suporte ao popular formato EPUB.

Ao usar o EPUB como padrão, o Kobo oferece mais liberdade. Livros em EPUB podem ser adquiridos em diversas lojas no Brasil e no mundo e lidos com e-readers e aplicativos de várias empresas.

Uma vantagem do Kindle sobre o Kobo é o melhor suporte a arquivos em PDF, mas tablets são mais adequados para ler conteúdo nesse formato.

Por fim, quem já tem títulos nos mais diferentes formatos e não quer comprar mais de um e-reader pode lê-los com aplicativos para celular, tablet ou computador, mas sem o conforto da tela de papel eletrônico.

FUTURO
A Livraria Cultura planeja lançar mais três aparelhos com a marca Kobo no primeiro trimestre do ano que vem: o tablet Arc e os e-readers Mini e Glo. Se você puder esperar até lá, os dois últimos podem ser opções melhores do que o Touch.

O Mini parece ser um bom aparelho para quem quiser um modelo mais compacto, e o Glo, com iluminação embutida e tela com melhor resolução (758 x 1.024 pontos), é uma evolução do Touch --superior a ele em praticamente todos os aspectos.

Nos EUA, a Amazon vende outros modelos de Kindle --os e-readers Paperwhite e Keyboard e o tablet Fire.

Lançado em 2010, o Keyboard é o Kindle mais antigo ainda à venda. Sem tela sensível ao toque, tem um teclado físico especialmente útil para fazer anotações.

O Kindle Paperwhite é o e-reader topo de linha da Amazon. Assim como o Kobo Glo, tem tela de alta resolução sensível ao toque e iluminação embutida.

A Amazon não informa se e quando esses modelos chegarão ao Brasil.

Fonte

Eu achei o Kobo muito legal, mas ainda estou pensando se vale a pena trocar um tablet por ele, se você procura aparelho somente para leitura acho ele bem interessante, mas se quer algo com mais aplicativos acredito que um tablet seja bem melhor. Eu ainda estou na dúvida e vocês?

Beijão à todos!!!




05 dezembro, 2012

Resenha - Meu Hamster é um Gênio

Título: Meu Hamster é um Gênio - Cheiroso e Ben Travesso #1
Autor: Dave Lowe
Editora: Valentina
Páginas: 108
Ano: 2012
Gênero: Infantil/Fantasia

Sinopse: Benjamin Travesso é um garoto de nove anos, muito esperto, mas que... odeia matemática. Cheiroso é um hamster falante que detesta sementes e, acredite se quiser, É UM GÊNIO! Juntos são de arrasar! Daqui para frente, Ben e seu novo animal de estimação irão viver aventuras, desafios e perigos inacreditáveis. Mas será que conseguirão ganhar a aposta que o terrível professor de matemática do Ben, o Barba-Negra McCreedy, acabou de fazer? Cheiroso terá de ajudar Ben com os deveres de casa. Ben precisará vencer a desconfiança de todos. E juntos aprenderão uma grande e valiosa lição.
Pelo que o livro apresenta Ben é um garoto travesso como qualquer criança. Um dia sua mãe o coloca de castigo, o deixa sem seu videogame, sua TV e resolve que esta na hora do menino ter um bichinho de estimação para aprender a ter mais responsabilidade.
– Você já tem nove anos, Ben – disse ela, com firmeza. – Idade suficiente para ser responsável. Se você me mostrar que pode realmente tomar conta de algo, aí então poderá ter as suas coisas de volta.
Ben ganha um hamster e ai começam as confusões, primeiro ele tem que escolher um nome para seu novo amigo.
O garoto não ia tão bem na escola, um dia resolveu fazer sua lição de matemática e então fez uma super descoberta, seu hamster não só sabia falar como também era super inteligente e passou a ajudar o garoto nas lições.
O professor de Ben desconfia de que algo está errado e que o garoto esta recebendo ajuda de alguém e então seu pai que adora uma aposta resolve fazer uma com o professor e ai esta armada a maior confusão que quase resulta na morte de seu amiguinho inteligente.
– Na última semana, quando fui para sua escola, quase morri umas cinco vezes. Seis, na verdade, se eu contar a hora que fiquei preso dentro da sua cueca.
Será que Ben vai conseguir chegar ao seu objetivo? E seu amiguinho estará a salvo dessas confusões?
O livro é muito divertido, de leitura rápida e com umas ilustrações muito fofas a começar pela capa.

04 dezembro, 2012

Lançamentos - Editora Baraúna


Introdução ao Estudo da Teoria da Relatividade I
O livro mostra como, partindo dos conceitos da Física Clássica, se chega aos conceitos da Relatividade, da maneira mais elementar possível. A proposta é fazer uma perspectiva evolutiva e histórica dos conceitos físicos até atingir os conceitos relativísticos. Neste primeiro volume, abordaremos a Relatividade especial ou restrita. Em um segundo volume, que já estamos elaborando, a Relatividade geral...




Autor       Antonio Giuseppe Roth
ISBN       978-85-7923-402-6
Páginas   151
Formato  21 x 29,7 cm




Para Sempre Bagdá - Memórias Vivas de um Tempo de Guerra
Para Sempre Bagdá revela momentos marcantes da história contemporânea do Iraque, com mensagens e reflexões de alcance universal, sem ser mero livro de história. Descortina tradições islâmicas e aspectos culturais, políticos e ideológicos em guerras de Saddam Hussein. Estórias dentro da história, dela inseparáveis...






Autor       Valadares Vasconcelos
ISBN       978-85-7923-627-3
Páginas   250
Formato  14 x 21



Paraíba a São Paulo - 50 Anos de História
Conheça a história da família de Seu Nenê e dona Lúcia, imigrantes do interior da Paraíba, e descubra suas dificuldades e bravuras até a chegada à cidade de São Paulo. Uma obra baseada em fatos reais, contada e interpretada na visão do filho mais velho Oresman, que teve uma infância muito pobre, mas manteve a esperança de crescer na cidade grande...






Autor       Oresman de Queiroz Fernandes
ISBN       978-85-7923-598-6
Páginas   194
Formato  14 x 21



Histórias de Vila Anglo Brasileira
Histórias de Vila Anglo-Brasileira – Contadas por alguns de seus mais antigos moradores, é um trabalho pioneiro na busca do resgate deste importante bairro da capital paulista, que forneceu “mãos e pés de obra” para o engrandecimento da cidade, seja através do trabalho, ou mesmo para o desenvolvimento esportivo, através da formação de variados e numerosos times de futebol...





Autor       Leandro Antônio Gatti
ISBN       978-85-7923-629-7
Páginas   134
Formato  14 x 21