22 novembro, 2012

Resenha - Aqualtune e as histórias da África

Título: Aqualtune e as histórias da África
Autora: Ana Cristina Massa
Editora: Gaivota
Páginas: 164
Ano: 2012
Gênero: Aventura/Fatos históricos/Mistérios

Sinopse: Maria, Guilherme, mais conhecido como “Orelha”, e Aqualtune só queriam curtir as férias juntos. Eram amigos desde sempre. Mas não imaginavam que uma simples viagem para uma fazenda longe da cidade grande se transformaria na maior aventura da vida deles. A revelação de uma antiga lenda africana, a presença de Cambinda, uma avó bem diferente das “vovós”, e a figura de Zumbi, o guerreiro dos Palmares, mudariam o destino de Aqualtune e seus amigos. Para se salvar, eles precisam correr contra o tempo. Com a ajuda de Kafil, um garoto esperto que conhece bem a floresta e seus segredos, Aqualtune vai enfrentar as forças da natureza, unir o passado e o presente e descobrir a verdade por trás da antiga lenda. Mas o tempo não espera por ninguém, e não vai esperar por eles.
Aqualtune é o nome de uma jovem que não é satisfeita com o seu nome e por isso resolveu que se chamaria Alice.
Aqualtune, esse era seu nome. “diferente, original”, dizia a mãe, “forte, importante”, falava o pai.
Alice (Aqualtune) é uma jovem extremamente curiosa e está sempre procurando resposta para todas as perguntas.
Ô vó, o que era o barulho de batidas lá fora? E toda aquela festa na fogueira? E essa pasta que a gente preparou, serve para que? E essas máscaras são só enfeite ou vocês usam?
Guilherme, Maria e Alice entram em férias da escola e com isso resolvem viajar com os pais de Maria para uma fazenda.
O destino de parte das férias era uma fazenda, longe da cidade e perto de um lugar com muito mato e nome engraçado, Serra da Barriga, em Alagoas.
Na fazenda havia um engenho de cana-de-açúcar, dá época da escravidão, os jovens jamais imaginavam as aventuras que ali iriam viver.
Para muitas pessoas, as ruínas poderiam parecer apenas escombros, restos de uma construção; para Alice, pareciam um labirinto, um mistério, um lugar estranho, mas ao mesmo tempo curioso.
Junto com a vó Cambinda, uma velha senhora que trabalhava na fazenda, os jovens conheceram Kafil e também as lendas que envolviam o povo africano e os escravos, principalmente a lenda de uma escrava chamada Aqualtune.
Vó Cambinda tinha antepassados escravos; aliás, há uma lenda que diz que eles eram escravos dessa fazenda e que muitos fugiram daqui para o famoso Quilombo dos Palmares.
O nome dela era Aqualtune. Foi uma princesa, no Congo, mas virou escrava no Brasil. Escrava Aqualtune.
Será mesmo que a jovem Alice que na verdade se chamava Aqualtune tem mesmo algo a ver com essa lenda?
Alice só queria passar uns dias diferentes e legais com os amigos. Essa era a intenção daquela viagem. A aventura máxima era caçar os vaga-lumes à noite, coisa que não deu muito certo, mas foi divertido. Agora estava diante de um dilema.
O destino do povo que ali vivia estava nas mãos da jovem Alice (Aqualtune), que em meio a uma aventura se dá conta de que realmente é parte dessa lenda e precisa fazer de tudo para que a lenda do povo africano não se perca, ela então percebe o quão forte é seu nome e pede aos amigos que a chamem de Aqualtune.
Alice (Aqualtune) e os amigos jamais imaginaram que aquela fazenda guardava tantos segredos, que aos poucos foram se revelando. A aventura ali vivida por eles jamais seria esquecida.
A lenda da escrava Aqualtune, o diário do senhor, a história de Calabar...Vamos transformar esse engenho num lugar especial, sei lá, para que as pessoas visitem, conheçam outra cultura, como a da Cambinda, conheçam as histórias daqui, o que você acha?
O livro é muito envolvente, já que fala de uma parte da história muito importante para todos nós.
O cuidado da editora com a arte não somente da capa, mas também nas trocas de capítulo é maravilhoso e impecável.

2 comentários

  1. Olá :)
    Não conhecia o livro.
    Gostei bastante da história.
    E, acho super importante a diagramação de um livro, e se você diz que a desse é boa, já é mais um motivo para eu ler rsrs
    Beijinhos,
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. O livro parece bem legal, eu acho que ia gostar ^^

    ResponderExcluir

Olá!!!
Obrigada pela visita.
Sua opinião é muito importante para mim.
Deixe o link do seu blog ou site para eu retribuir a visita.
Beijos Lizi